Morar bem passa, definitivamente, pela filosofia de bem viver

Por Viver Comunicação e Marketing – assessoria de imprensa

Morar bem é um termo tão enxuto, mas que nos embarca em uma dimensão ampla quando paramos para pensar em seu significado. O que significa morar bem? Ter conforto, sentir-se acolhido, desfrutar de praticidade, habitar um espaço organizado. São inúmeros os significados que permeiam esse conceito, mas acredito que posso enumerar os “campeões” dentro da minha experiência e vivência de mercado imobiliário.

destaque_lar-doce-lar

A definição de morar bem passa, definitivamente, pela filosofia de bem viver. Para muitas pessoas, significa morar próximo do trabalho e ter comércio e serviços como aliados. Ao meu ver, com o trânsito caótico que enfrentamos diariamente e o acúmulo de atividades no dia-a-dia, acredito que morar próximo do trabalho, da academia e desfrutar de supermercado, redes bancárias, escola e uma gama de serviços próximos de casa sejam realmente um relevante significado de morar bem.

Se, para alguns, morar bem depende de uma casa grande com jardim ou de um pequeno e prático apartamento, me arrisco a dizer que seja morar em um espaço que se faça suficiente para abrigar as fantasias e demandas da rotina de seus moradores. Isso inclui receber amigos ou acolher com carinho os filhos que chegam de longe para um fim de semana ou mesmo para um jovem casal chamar de lar.

Morar bem é quando você traz sua história para aquele imóvel, que até algum tempo atrás estava vazio. É ter a comodidade de recarregar as energias depois de um dia de trabalho ou, até mesmo, depois de alguns dias de viagem. Você já teve aquela sensação de passar um tempo em outra cidade e quando chegou em casa, respirou fundo e pensou: Meu lar.

Enfim, é importante escolher bem o lar e avaliar sempre sua localização, espaço e benefícios, mas mais do que isso, é importante sentir-se bem nele, sentir-se em paz. Recordo uma história de Mário Quintana, que, ao ser “despejado” do quarto de hotel em que morava há muito tempo, não se mostrou aborrecido: – “afinal, sempre morei em mim”.

Leia mais:

Sobre o autor

Deixe um comentário